2011/07/04

Keep the good stuff in, let the bad stuff out

Às vezes dá-me saudades de certos momentos, vividos com certas pessoas que já não estão na minha vida. Depois reparo que aquelas pessoas já não existem, não como eram naqueles momentos e definitivamente não gosto das pessoas em que se tornaram. E fico tranquila, foram bons momentos, vividos com boas pessoas... que já não existem. ponto
ps- sim, decidi voltar. e com boas notícias que quero contar em breve.

11 comentários:

Nikkita disse...

No entanto é difícil gerir a nostalgia e a saudade... Sei o que é. (suspiro)

P.s.-Welcome back! =)

Nina disse...

hummm, a nostalgia e a saudade só são difíceis de gerir, se as feridas não sararam ainda. Com o devido tempo e distância, consegue-se estripar a mágoa das recordações.

PS - Obrigada ;)

Dantins disse...

Não é fácil perdermos aqueles de que gostamos, mas se mudaram também já não são bem a "mesma" pessoa...

Bom regresso!

Mulherzinha disse...

É difícil gerir o passado... lembranças boas vs más...

cegonhagarajau disse...

Óbvio que cada caso é um caso, mas por vezes não são só os outros, nós também já não somos exactamente a mesma pessoa que fomos em determinada altura da nossa vida e isso não diminui o que sentímos por essas pessoas, nesse momento do passado.
Apenas se seguem caminhos diferentes.
Como dizes e muito bem "foram bons momentos"."ponto".
Saudades de te ler.
Abraço ilhéu.

Lana disse...

Exatamente assim. Palavras devidamente colocadas como tudo que leio sempre aui! Saudades meninas.. beijos

Me, Myself and I disse...

Existir existem... mas são-nos agora indiferentes... por estarmos simplesmente noutro momento de nossas vidas. Deixaram de ter aquele peso... aquela importância :) Mas os bons momentos esses ficam sempre... que mais não seja... gravados na nossa memória e prontos a emergir a qualquer momento...
Que bom voltar a este cantinho.

Beijoc@.

Xu disse...

Palavras sábias:) bom regresso :D

Anónimo disse...

Olá,
Até que enfim!... Estranhamos a ausência. As pessoas! Ah! As pessoas! Já Fernando Pessoa dizia: "Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei"...
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem achei...
Ou seja: mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. O Ser Humano não é mais do que um dialecto de vontades. Muitas x chocam com as expectativas de quem aguarda uma outra "vontade". Nós muitas vezes,também num qualquer momento da nossa vida, de certeza, que rompemos com as expectativas do "outro".
Desculpem lá este desabafo poético.
Saudações do Algarve para tod@as, incluíndo, claro está, a pequena "Maria".

Muita História para contar... disse...

Sim, e estou a gostar demais!!!!! :D
E como vc está? E a pequena? E a lú?

Nina disse...

Dantis, nem sei se é difícil, ou se é fácil demais...

Mulherzinha, também eu estou a ficar uma mulherzinha! ;) e aprender a gerir melhor tudo :)

Cegonhagarajau, é isso aí!

Lana, saudades, hein, ó desaparecida! :) :* Tudo bem com você?

Me, Myself and I, sou teimosa, e acho que as pessoas daqueles momentos já não existem. Acredito em universos paralelos ;)

Xu, obrigada!

Anónimo, Realmente o Fernando Pessoa sabia-a toda ;)

Muita História para contar, por cá tudo bem, tudo joia, como se diz na sua terra. Notícias fantásticas, veja o post mais recente! A Maria está uma reguila. Darei notícias em breve.