2012/01/04

Nós cegos

No meu actual trabalho temos que trocar de roupa nos balneários. Uma trabalhadora veio ter comigo para perguntar se não havia outra alternativa porque tinha muita vergonha de se despir à frente de outras pessoas. Parece que nem à frente do marido se despe. Acho que a família é muito conservadora e rígida.

Fico a pensar que há pais que nos dão verdadeiros nós cegos e depois chegamos à idade adulta com a cabeça completamente enliada.

Faz-me lembrar os meus nós. Os que me deram. Já desfiz muitos (digo eu) mas tenho muitos mais para desfazer. Trabalho árduo, digo-vos.



5 comentários:

Anónimo disse...

Como te compreendo. Também eu tenho muitos nós para desfazer. E a sensação que não os vou desatar nunca... :-(

Bom ano!

Nikkita disse...

Acho que no fundo temos todos "nós" por desatar. Uns mais que outros, é certo.
Também lá vou tentando desatar os meus. É árduo, sim! (É com cada um....ui)

Dantins disse...

São "nós" que por mais que tentemos são muito difíceis de desatar. Há que ter muita paciência, tempo e ajuda para os indo alargando pouco a pouco...

Estrunfina disse...

Like!

Papoila e Orquídea disse...

Sim, há nós difíceis. Uma forte rede de amigos, um bom/a companheiro/a, e coragem para partilhar o problema ajudam bastante... essa confissão pode ter sido um pedido de ajuda disfarçado. Falar sobre o assunto desmistifica muito, sabes?

Abraço